Desafio

Capitu traiu Bentinho? Lygia Fagundes Telles e Clarice Lispector opinam

Esses dias, estava lendo Durante Aquele Estranho Chá, livro em que Lygia Fagundes Telles fala sobre seu relacionamento com diversos escritores. Logo a primeira crônica dessa maravilha, Onde Estiveste Esta Noite, traz um diálogo divertido entre as amigas Lygia e Clarice Lispector sobre o perpétuo mistério da obra Dom Casmurro, de Machado de Assis.

Capitu traiu mesmo Bentinho? Com a palavra, Lygia:

"Na minha primeira leitura confessei ter achado Capitu uma inocente e o marido, esse sim, um chato neurótico. Mas na segunda leitura mudou tudo, a dissimulada, a manipuladora era ela. Ele era a vítima. Clarice pediu cigarros, eram bons os cigarros colombianos? Franziu a boca e confessou que sempre duvidou da moça, Mulher é o diabo!"

lygia-llosa-clarice.jpg
Lygia Fagundes Telles e Clarice Lispector em encontro na Colômbia onde rolou a conversa reproduzida acima. Na foto, elas aparecem com Mario Vargas Llosa.

Agora é a sua vez de dar sua opinião sobre a fidelidade de Capitu aí nos comentários :)

Livros relacionados

A Hora da Estrela
Um Coração Ardente
Dom Casmurro
Passaporte Para a China
Durante Aquele Estranho Chá
A Noite Escura e Mais Eu
Capitu

Posts relacionados

Hoje é aniversário de Lygia Fagundes Telles: veja vídeo em que ela analisa a própria obra
A gente lê: Passaporte Para a China
A gente lê: Um Coração Ardente
Melhores frases de Lygia Fagundes Telles na entrevista do Roda Viva
A gente lê: Durante Aquele Estranho Chá + conselhos dos escritores à Lygia Fagundes Telles
Aos 92 anos, Lygia Fagundes Telles é indicada ao Nobel da Literatura <3
Capitu traiu Bentinho? Lygia Fagundes Telles opina - Parte 2
Carta de Clarice Lispector pedindo nacionalidade brasileira a Getúlio Vargas
Clarice Lispector ganha estátua no Leme

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!


Só para quem leu O Sol É Para Todos: quem matou Bob Ewell?

Este post é um spoiler, por favor, não prossiga se não quiser saber trechos cruciais de O Sol É Para Todos (To Kill a Mockingbird)

.
.
.

sol-e-para-todos.jpgQuando fechei meu exemplar da obra de Harper Lee, acabei ficando na dúvida se eu realmente havia entendido o assassinato de Bob Ewell no trecho conclusivo do livro. Como li a versão original, imaginei que o culpado da confusão havia sido o meu inglês, mas aí dei um Google e descobri que, de fato, rola mesmo um mistério.

De acordo com o senso comum, quem matou Bob Ewell foi Boo Radley. Acho mesmo essa a resposta mais provável, apesar de desconfiar também de Jem. O garoto não era nem um pouco bobo, sabia que sua família corria perigo e, quando saiu para levar a irmã à fatídica apresentação, Scout disse em um trecho que ele andava de forma estranha, o que me faz pensar que ele poderia estar carregando a faca de cozinha na cintura.

Enfim, só uma conspiração, mas, fuçando na internet, ainda encontrei uma página com outras teorias bem interessantes. Vejam só:

- O xerife, Mr Heck Tate, encontrou Ewell ferido, mas ainda vivo na estrada, e preferiu matá-lo tipo para cortar o mal pela raiz;

- Acidentalmente, Scout matou Ewell durante a confusão no meio da estrada. Reparem nesse trecho que ela mesma narrou: "Eu corri em direção ao grito de Jem e afundei em um estômago flácido de homem". Há quem diga que, nessa afundada, ela acabou forçando a faca contra o homem. Acho essa um pouco difícil de acreditar, vocês não acham que, se tivesse feito isso, teria sentido a arma? mockingbird.jpg

- Atticus matou Ewell. Hein? Pode parecer sem noção (porque sequer dizem que o advogado estava na cena do crime), mas faz sentido. Vocês se lembram que, em um dado momento da confusão no escuro, Scout diz ouvir a voz de Atticus? Óbvio, acaba ficando como se essa voz fosse da quarta pessoa (no caso, Boo), mas uma filha não reconheceria a voz do pai?

- E a mais maluca de todas. Boo Radley atacou as crianças, e Ewell tentou salvá-las. No entanto, ao perceber que os gritos estavam sendo ouvidos, Radley mata Ewell e carrega Jem para parecer o herói da história. Por mais absurda que pareça, se for pensar bem, essa cena reproduziria exatamente o estupro cerne do livro. Vejam isso: Mayella Ewell dá em cima de Tim Robinson e, quando vê seu pai se aproximando, reverte tudo fingindo ter sido vítima de um estupro.

Afinal, qual é a sua teoria para a morte de Bob Ewell. Diga nos seus comentários :)

E se você ignorou meu alerta e chegou até aqui sem ter lido O Sol É Para Todos, cadastre-se no Shereland e veja se algum amigo tem um exemplar para te emprestar .

Livros relacionados

O Sol É Para Todos

Posts relacionados

A gente lê: O Sol É Para Todos
Descoberto livro inédito de Harper Lee! Obra foi escrita antes de O Sol É Para Todos
Já dá para comprar a nova edição de O Sol É Para Todos, de Harper Lee
A gente lê + Frases de Harper Lee em Vá, Coloque Um Vigia

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!


As sete melhores frases de Virginia Woolf em Mrs. Dalloway

Falar de Virginia Woolf no último post, me despertou a vontade de fuçar nos livros que tenho da autora na minha estante. E aí percebi que, na época em que li Mrs Dalloway , destaquei tantos trechos da obra, que seria muito egoísmo não compartilhá-los com vocês.

Aproveitem e depois respondam ao nosso desafio, qual é o seu favorito?

"Amar nos faz solitários."
"As fagulhas, depois de abrirem caminho pela noite, capitular diante dela, a escuridão cai, depejando-se sobre a silhueta das casas e das torres; encostas desoladas se esbatem e desaparecem."
"Todavia, o sol estava quente. Todavia, a gente acaba superando tudo. Todavia, sempre na vida um dia vem depois do outro."
"Com o dobro da inteligência do marido, era obrigada a ver as coisas pelos olhos de (Mr) Dalloway - umas das tragédias da vida matrimonial"
"e por vezes quse sentia vontade de parar as pessoas na rua, quando pareciam gentis e bondosas, apenas para lhes dizer 'Sou tão infeliz' "
"mesmo entre marido e mulher há um abismo; e isso é algo para se respeitar, pensou Clarissa, observando-o abrir a porta, pois não dá para abrir mão disso, arrebatar isso do próprio marido, contra a vontade dele, sem perder a própria independência, o respeito próprio"
"Ela a odiava: ela a amava"

PS: uso aqui a tradução feita por Claudio Alves Marcondes, da edição linda da Cosac Naify.

Nunca leu Mrs. Dalloway? Cadastre-se no Shereland e veja se algum amigo seu não tem um exemplar para te emprestar. (Ou ainda acha que somos apenas um blog? )

Leia mais sobre Virginia Woolf no Shereland
A gente lê: Mrs. Dalloway 
A gente tê: A Viagem 

Leia mais coletâneas de frases no Shereland
As melhores frases de O Outro Pé da Sereia, de Mia Couto 
14 frases de O Apanhador no Campo de Centeio 

Livros relacionados

Mrs. Dalloway
Contos Completos
A Viagem
Sou Dona da Minha Alma
Noite e Dia
O Quarto de Jacob
Um Teto Todo Seu

Posts relacionados

A gente lê: Mrs. Dalloway
11 frases de Virginia Woolf em Noite e Dia
A gente lê: Noite e Dia, de Virginia Woolf
Frases de Virginia Woolf em O Quarto de Jacob
Frases de Virginia Woolf em As Ondas

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!


Preço único para livros: concorda?

livros.jpg

Durante essa semana, está rolando a 24ª Convenção da Associação Nacional das Livrarias, e um tema que vem aparecendo com destaque é a lei do preço único para livros. De acordo com ela, quem passaria a determinar os valores dos exemplares seriam as editoras, não cada comércio.

Um dos objetivos da norma seria impedir que mega lojas como a Amazon "comam" pequenas livrarias com suas potentes políticas de descontos. A proposta restringe também as promoções, permitindo apenas descontos de 5% a 10% e por um breve período.

Para a Folha de S. Paulo, o vice-presidente da ANL disse que a lei tornará os livros mais acessíveis para a população, já que incentivaria a abertura de mais livrarias no Brasil. Já eu, que não entendo muito do assunto "mercado" mas compro muitos livros, temo que acabem minhas festas nas promoções absurdas da Submarino e companhia.

E vocês, como veem essa proposta? Me conte nos comentários :)

Leia mais:
Cinco dicas para economizar na hora de comprar livros 

Posts relacionados

Aí sim: McDonald's está oferecendo livros como brindes para as crianças
Mercado literário em 2015: brasileiros compraram mais e por menor preço
Mapa das bibliotecas públicas brasileiras

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

1 comentário

Rafael 21 de agosto de 2014 às 21:49

A princípio, não acho a ideia tão interessante. Muito poder na mão da editora, que poderia "ditar" um preço acima do "justo" (embora eu não saiba o que é esse preço justo). <br />Mas vejo com maus olhos como se fosse um monopólio de preço, ao invés de livre concorrência.