A gente lê + Frases de Harper Lee em Vá, Coloque Um Vigia

A gente lê + Frases de Harper Lee em Vá, Coloque Um Vigia

Até o começo ano passado, Harper Lee era a autora de um único romance, mas justamente "o" romance americano: O Sol É Para Todos, clássico de 1960 sobre as tensões raciais no sul dos Estados Unidos. Acontece que, em fevereiro de 2015, foi anunciado que a escritora (então com 88 anos, já praticamente cega e surda) havia topado publicar uma obram sua esquecida, Vá, Coloque Um Vigia.

Como já escrevi aqui, essa súbita decisão tomada um ano antes de morrer (coincidência?) gerou bafafá, pois parece que Harper Lee não estava mais sã. Tudo teria sido uma manobra dos editores para ganhar $$$ (o que deu certo, pois Vá, Coloque Um Vigia foi o terceiro livro mais vendido nos EUA em 2015). Por causa disso mesmo, por muitos meses fiquei na dúvida sobre se deveria ou não ler o 'filho temporão', mas a curiosidade prevaleceu.

Primeiro, é bom recordar os pontos principais de O Sol É Para Todos. Nele, temos duas crianças que passam a ser tratadas de forma estranha porque o pai advogado delas resolveu, em pleno Alabama segregacionista, defender um negro acusado de estupro por uma menina branca. O personagem Atticus, o pai, virou um exemplo de honra e integridade para várias gerações.

... até chegar Vá, Coloque Um Vigia, obra com as mesmas figuras, só que vinte anos depois. Scout, a garota corajosa do primeiro livro, agora tem 26 anos, vive em NY e está voltando para a cidadezinha natal para passar as férias. Lá, ela descobrirá de uma forma brusca que seu (e nosso) herói Atticus está integrando um Conselho de Brancos que é contra, por exemplo, o ingresso de negros nas escolas dos brancos.

Essa contradição do personagem foi muito valorizada pelos comentários que li sobre a obra, mas vou falar que achei todo o buchicho bem exagerado. Não há mudança de personalidade... O X do livro está justamente em entender que Atticus não era Deus, mas apenas um homem do seu tempo. 

Então Vá, Coloque Um vigia é a continuação de O Sol É Para Todos, certo? Aí é que está. É vendido como se fosse, no entanto foi escrito antes da obra-prima! Parece que foi uma proposta recusada pelas editoras que Harper Lee aprimorou, acrescentou, retirou e rejuvenesceu personagens até dar no clássico. 

Como eu já sabia do rolo todo, para mim, ficou evidente durante a leitura que Vá, Coloque... foi rebocado (por alguém que não a Harper Lee, já que ela não estava em condições) para parecer ser uma sequência. (Spoiler: acho, por exemplo, que Jem e Dill não estavam no rascunho).

Levando tudo isso em consideração, valeu a pena ter lido? Pior que sim, pois, quem quer que tenha escrito criou uma história ótima, reflexiva e boa para entender os primórdios da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos. Ah, outro alerta, às vezes nós, leitores brasileiros, ficamos um pouco perdidos no contexto, mas nada incompreensível.

"Frases" de Harper Lee em Vá Coloque Um Vigia

Como eu disse, não dá para garantir que as citações tenham sido totalmente escritas pela escritora, mas são boas de qualquer forma, então daremos um desconto?

"Um homem pode estar fervendo de raiva por dentro, mas sabe que uma resposta serena é melhor do que um ataque de fúria. Um homem pode condenar seus inimigos, mas é mais sensato conhecê-los."

"Os homens costumam compartimentalizar a honestidade. Podem ser absolutamente honestos em um sentido e se enganar completamente em outros."

"A ilha de cada homem, o vigia de cada homem é a sua própria consciência. Não existe essa de consciência coletiva."

"É sempre fácil olhar para o passado e ver como éramos ontem ou dez anos atrás. Difícil é ver o que somos hoje."

"Se não tivesse transformado isso em um problema, o problema raramente surgiria."

"O preconceito, uma palavra suja, e a fé, uma palavra sagrada, têm algo em comum: os dois começam onde termina a razão."

Livros relacionados

O Sol É Para Todos
Vá, Coloque Um Vigia

Posts relacionados

Só para quem leu O Sol É Para Todos: quem matou Bob Ewell?
A gente lê: O Sol É Para Todos

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!