A gente lê: Noite e Dia, de Virginia Woolf

A gente lê: Noite e Dia, de Virginia Woolf

noite-e-dia-virginia-woolf.pngEscrito entre 1917 e 1918, Noite e Dia é o segundo livro de Virginia Woolf. De acordo com o estudioso Antonio Bivar, é uma "tentativa de escrever um romance convencional" e a última obra criada antes da escritora aderir de vez ao modernismo.

Bom, eu não entendo muito sobre esses rótulos acadêmicos, mas sei que eu era remetida o tempo todo à Jane Austen enquanto lia. Pesquisando mais tarde, vi que foi justamente por isso que muita gente mais avançadinha torceu o nariz para a obra, inclusive a escritora e amiga de Virginia, Katherine Mansfield.

No centro de Noite e Dia, está o seguinte bololô amoroso:

Katharine Hilbery - neta de um famoso poeta, mas que gosta mesmo é de matemática. Rica e bonita, é a perfeição em pessoa, mas, lá no fundo, sabe que falta something else (parafraseando Caio Fernando Abreu). Por isso, está sempre aérea e é muito muito fria (seria para relacionar à frigidez da própria Virginia, que acabara de se casar?).

William Rodney - o noivo chiliquento de Katharine. Super inteligente e muito pedante, ele só não consegue entender por que não é amado.

Ralph Denham - integrante de uma família numerosa, é o 'estrangeiro' da casa, aquele que tem a chance de escapar do destino tornando-se um célebre advogado. Logo nas primeiras páginas, vai se apaixonar por Katharine.

Mary Datchet - a garota independente, que saiu do interior e agora vive sozinha em Londres. Ela faz parte de uma organização que luta pelo sufrágio feminino, mas seu foco começa a mudar quando percebe que ama o melhor amigo, Ralph Denham.

A mistura de vidas tão diferentes gera sentimentos que aparecem e desaparecem logo depois, os personagens muito pensam, mas não conseguem se expressar. Durante a leitura, muitas vezes me peguei torcendo para que os personagens simplesmente falassem para que a trama fluisse de vez. 

Aliás, devo dizer que esse foi o livro da autora que menos gostei até agora. São mais de 600 páginas, com alguns trechos extremamente arrastados. Mas trata-se de Virginia, então é brilhante de qualquer jeito.

Ficou curioso? Cadastre-se no Shereland e inclua Noite e Dia na sua wishlist de leitura.

Livros relacionados

Mrs. Dalloway
Contos Completos
A Viagem
Sou Dona da Minha Alma
Noite e Dia
O Quarto de Jacob

Posts relacionados

A gente lê: Mrs. Dalloway
11 frases de Virginia Woolf em Noite e Dia
A gente lê: A Viagem
As sete melhores frases de Virginia Woolf em Mrs. Dalloway
10 mulheres de destaque na literatura

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!