A gente lê: a biografia Jack Kerouac King of The Beats, de Barry Miles

A gente lê: a biografia Jack Kerouac King of The Beats, de Barry Miles

keroauc-king-of-the-beats.pngQuer saber mais sobre o mito Jack Kerouac? Muito simples, leia os livros escritos por ele. Seus textos são memoriais não só sobre a própria vida, como dos amigos, muitos deles escritores. No entanto, se você (como eu) está curioso pelas fofocas ("Keroauc pegava o Neal Cassady?", "era apaixonado pela mãe?", "era racista e homofóbico?") recomendo com ressalvas Jack Kerouac King of the Beats, biografia em que o inglês Barry Miles não poupa nada. Nada mesmo.

Quando  a obra foi escrita na década de 1990, já sobravam poucas testemunhas que haviam convivido de fato com Kerouac - morto em 1969, aos 47 anos, em decorrência de uma cirrose. Ainda assim, Barry Miles falou com gente do naipe do poeta Allen Ginsberg e Carolyn Cassady. O resultado é uma biografia que contempla bem desde a infância de Kerouac na pequena Lowell até seu triste e alcoólico fim. De lambuja, ainda conta a história da fundação do beat e explica por que Kerouac terminou praticamente renegado pelo movimento.

Se quiser saber mais sobre Kerouac, acesse a área de autores do Shereland clicando aqui. 

O porém do livro é o tom do autor. De uma maneira quase agressiva, Barry Miles repete o quão Kerouac era machista, insensível, oportunista e coisas do tipo - características que, lendo os livros do escritor, não acho tão evidentes. Não estou dizendo que eu esperava uma biografia chapa-brancam mas acho que é possível revelar todos os podres do biografado sem julgamentos - Ruy Castro no maravilhoso Estrela Solitária está aí para provar isso. 

Para você que ficou curioso, cadastre-se no Shereland e veja se algum de seus amigos tem a obra para te emprestar. 

Livros relacionados

Anjos da Desolação
On The Road
Kerouac - The King of Beats
E Os Hipopótamos Foram Cozidos em Seus Tanques

Posts relacionados

Frases e citações de Jack de Kerouac em Anjos da Desolação
O último parágrafo de On The Road, lido por Kerouac (o próprio)
A gente lê: Anjos da Desolação
A gente lê: Cidade Pequena, Cidade Grande, o primeiro livro de Jack Kerouac
Turismo literário: os points de Kerouac e outros escritores beats em Nova York

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!