Dez motivos para ler 'A Lista Negra', de Jennifer Brown

Dez motivos para ler 'A Lista Negra', de Jennifer Brown

lista-negra.jpg

Por que ler A Lista Negra, de Jennifer BrownComo a Gabi já deu sua opinião bem pontuada, decidi fazê-lo em lista, para convencê-lo mais.

1- Personagens verdadeiros e imperfeitos

Nada de família perfeita, amigos maravilhosos, namorado-deus e protagonista esquisita que inexplicavelmente é amada por todos. A gente está falando de podridão de gente de 15 anos, de adultos babacas. Mas nem tudo é vilania

2- Bullying para leigos

O livro traz a dor de bullying onde dói mais para quem não entende: as consequências de maltratar alguém - dor física, morte. Com uma personagem acusada falsamente de um crime, o leitor consegue entender como se sente uma pessoa que sofre bullying: o ódio gratutio das pessoas, o julgamento diário, a violência verbal e por que não basta "gentileza" e "confiança" da parte da vítima (como prega "Extraordinário", de R. J. Palácio )

3- Valerie Leftman

Personagem principal, Valerie não é uma tonta sonhadora, amada por todos,  apesar de linda e esquisita. Val é uma garota confusa, que tem raiva, medo e tem preconceitos a sua maneira. Ela sofre, mas é guerreira. Ela luta, mas às vezes quer jogar a toalha. É nota 7 de realidade

4- Leitura viciante

Com linguagem acessível e história não linear, o livro libera explicações do passado nos momentos certos, deixando um mistério no ar e um gostinho de "preciso devorar essa história em um dia". Existem muitos momentos que você não sabe o que vai acontecer, pois a personagem está sem saída. E se você se colocar no lugar dela, SABE que não tem o que fazer

5- Relações familiares

Muitos livros teen tratam pais como inexistentes ou NPCs apoiadores, sem personalidade, com a idade mental de seus filhos. Aqui temos algo além. Pais com vida própria, interesses e opiniões próprias. Conflitos que tornam a vida da protagonista ainda mais difícil

6- Amigos para sempre... só que não

Sem o estigma de livros teen de que amigos de colégio são para sempre, que cartinhas um para outro e chamar de "irmão" tornam relações inquebráveis, A Lista Negra traz o ser humano interesseiro, mostra as amizades lindas como são durante a diversão e como desaparecem na primeira dificuldade

7- O amor é cego

Sabe aquele namoro que sua mãe odeia, seus amigos acham bizarro e você mesmo perdoou uma lista de coisas porque acha fofo, engraçadinho e tudo certo? Às vezes a pessoa estava muito séria quando comentava coisas desagradáveis. O bacana do livro é que mesmo assim mostra um lado "bom" de pessoas demonizadas por muitos. Valerie conhece um lado de Nick exclusivo e isso mostra mais uma vez o quanto os personagens do livro não são 100% vilões ou mocinhos. Também pede um cuidado para não ser arrastado a problemas sem volta por causa de um relacionamento

8- Redes sociais e consequências

Sabe quando você comentou com aquele seu amigo que gostaria que uma bomba explodisse ou que odeia alguém em especial? E se alguém morresse do seu lado? Quem você acha que levaria a culpa?

Reveja as suas redes sociais e pense que imagem fariam de você se lessem tudo o que você posta  e curte sem conhecer que "é o seu jeito", "você é assim mesmo", "é brincadeira". O livro deixa uma mensagem bem clara sobre o tipo de perigo que você corre deixando registros de besteiras que você pensa no dia a dia

9- Premiada

A obra teen foi indicada a quatro prêmios. Se gente que entende do assunto gostou, é bom dar uma conferida, não é? Além disso, a Gabi aprovou aqui também, em uma resenha anterior . Super motivo pra ler ;)

10- Luz no fim do túnel

Apesar do drama, o livro é uma boa pra quem passa por algum momento difícil. Tem sim um pouco de "magia de bondade" - fiquei decepcionada com o final. Mas a maior parte das mudanças que ocorrem na vida da personagem foi ela mesma quem teve de se mexer para mudar.

Posts relacionados

13 razões para ler "Os 13 Porquês" de Jay Asher

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!