44 dicas de clássicos de que você nunca ouviu falar

44 dicas de clássicos de que você nunca ouviu falar

Du-vi-do que você não adora uma lista dos melhores livros de todos os tempos. Dia desses, minha amiga <3 Karina me enviou um ranking bem original feito por Rebecca Hussey, do site americano Book Riot.

Essa moça compilou os cem maiores clássicos menos famosos publicados até 1950: são vários autores de quem a gente nunca ouviu falar, vindos de países que costumam ser negligenciados pelos literatos. "Eu gostaria que essa lista fosse uma fonte de sugestões para expandir sua leitura de clássicos para além daqueles mencionados nas escolas americanas", justificou ela.

Infelizmente, tem muita obra que não está disponível no Brasil, por isso, decidi relacionar aqui apenas aquelas 44 que você vai encontrar por aqui (sugiro o site Estante Virtual). Já se você lê inglês, a oferta é maior e a maioria dos livros pode ser adquirida até mesmo na Amazon.br (clique aqui para ver a lista original).

Veja o que acha:

O Livro do Travesseiro, de Sei Shonagon (Japão, 990)

A Canção de Rolando, desconhecido (França, 1040-1115)

O Jardim das Rosas, de Saadi (Pérsia, 1257)

A Nuvem do Não Saber, desconhecido (Inglaterra, aprox. 1300)

Lazarillo de Tormes, desconhecido (Espanha, 1554)

A Princesa de Clèves, de Madame de Lafayette (França, 1678)

Oroonoko, de Aphra Behn (Inglaterra, 1688)

Trilha Estreita ao Confim, de Matsuo Basho (Japão, 1694)

Um Diário do Ano da Peste, de Daniel Defoe (Inglaterra, 1722)

Fanny Hill, de John Cleland (Inglaterra, 1748)

Sonho da Câmara Vermelha, de Cao Xueqin (China, aprox. 1700)

Viagem à Roda do Meu Quarto, de Xavier de Maistre (França, 1794)

Jacques, O Fatalista e Seu Amo, de Denis Diderot (França, 1796)

Memórias e Confissões Íntimas de um Pecador Justificado, de James Hogg (Escócia, 1824)

Cranford, de Elizabeth Gaskell (Inglaterra, 1851-1853)

Ruth Hall Uma Narrativa Doméstica dos Tempos Presentes, de Fanny Fern (Estados Unidos, 1854)

Incidentes da Vida de uma Escrava Contados por Ela Mesma, de Harriet Jacobs (Estados Unidos, 1861)

Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis (Brasil, 1881)

Fome, de Knut Hamsun (Noruega, 1890)

Effi Briest, de Theodor Fontane (Alemanha, 1894)

O Homem que Era Quinta-feira, de G.K. Chesterton (Inglaterra, 1908)

Jakob von Gunten, de Robert Walser (Suíça, 1909)

Coração Kokoro, de Natsume Soseki (Japão, 1914)

Herland a Terra das Mulheres, de Charlotte Perkins Gilman (Estados Unidos, 1915)

A Casa e o Mundo, de Rabindranath Tagore (Índia, 1916)

Demian, de Hermann Hesse (Alemanha, 1919)

O Sheik, de Edith Maude Hull (Inglaterra, 1919)

A Consciência de Zeno, de Italo Svevo (Itália, 1923)

Lolly Willowes, de Silvia Townsend Warner (Inglaterra, 1926)

Dona Bárbara, de Rómulo Gallegos (Venezuela, 1929)

Um Ciclone na Jamaica, de Richard Hughes (País de Gales, 1929)

Uma Nota de Música, de Rosamond Lehmann (Inglaterra, 1930)

A Rua dos Crocodilos, de Bruno Schulz (Polônia, 1934)

País das Neves, de Yasunari Kawabata (Japão, 1935-7)

A Pousada da Jamaica, de Daphne du Maurier (Inglaterra, 1936)

No Bosque da Noite, de Djuna Barnes (Estados Unidos, 1936)

O Viajante e o Mundo da Lua, de Antal Szerb (Hungria, 1937)

A Morte do Coração, de Elizabeth Bowen (Irlanda, 1938)

Cuidado da Piedade, de Stefan Zweig (Áustria, 1939)

A Invenção de Morel, de Adolfo Bioy Casares (Argentina, 1940)

Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector (Brasil, 1943)

As Irmãs Makioka, de Junichiro Tanizaki (Japão, 1943-1948)

Ficções, de Jorge Luis Borges (Argentina, 1944)

No Silêncio da Noite, de Dorothy B. Hughes (Estados Unidos, 1947)

Livros relacionados

Jakob Von Gunten
Memórias Póstumas de Brás Cubas (Trilogia Realista - Machado de Assis Livro 1)

Posts relacionados

100 livros mais importantes da literatura mundial, segundo a Revista Bravo
Os 100 livros mais inspiradores de todos os tempos (segundo usuários do Facebook)
100 livros mais importantes da literatura brasileira, segundo a Revista Bravo
Os dez melhores livros do ano de 2016, segundo a Publisher Weekly

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!