6 versões originais (e politicamente incorretas) dos contos de fadas dos Irmãos Grimm

6 versões originais (e politicamente incorretas) dos contos de fadas dos Irmãos Grimm

No post anterior, comentei minhas impressões sobre Contos maravilhosos, Infantis e Domésticos, uma edição linda da Cosac Naify que reúne as estórias compiladas e publicadas pelos Irmãos Grimm no início do século XIX.

Ler os dois volumes da obra é refletir sobre as alterações, adaptações e cortes que os textos sofreram nestes últimos dois séculos, seja para se encaixar melhor nas crianças dos novos tempos, seja para ocultar costumes que deixaram de ser aceitáveis.

Selecionei para vocês os trechos que a Disney preferiu que você não soubesse sobre os contos de fadas:

1. Que beijo nada! O sapo leva pancada pra virar príncipe

A primeira estória, O Rei Sapo ou o Henrique de Ferro, tem uma princesa que promete se casar com o sapo caso este a ajude a recuperar um anel caído no lago. Só que a moça é esperta e foge depois que o objeto é devolvido. Pois bem, o bicho vai atrás dela, que, quando ninguém está olhando, xinga o sapo de asqueroso e o joga na parede. Tcharam! É assim que ele vira príncipe. Cinquenta Tons feelings...

2. Rapunzel teve os cabelos cortados porque engravidou

Depois que o príncipe começa a fazer as visitas à torre onde Rapunzel ficava presa, a moça reclama para a bruxa que está engordando: "as minhas roupas estão tão apertadas que não estão mais querendo servir em mim". Ou seja, Rapunzel estava grávida! Por isso, a bruxa corta suas tranças e provoca o acidente que culmina com o príncipe tendo os olhos furados por espinhos.

3. As irmãs de Cinderela mutilam partes dos pés para que o sapatinhos de cristal caiba

Essa dói só de ler. Quando o príncipe visita todas as casas do vilarejo em busca da bela garota com quem havia dançado no baile, a madrasta da Gata Borralheira chega para as filhas feiosas e diz: "Tomem aqui uma faca e, se o sapato não servir, cortem um pedaço do pé. Vai doer um pouquinho, mas não faz mal". Assim, a mais velha cerra o calcanhar e a mais nova, o dedão. O príncipe só percebe a farsa quando pombinhas mostram o sangue escorrendo pelos pés das moças.

Outra diferença importante é que o conto se chama Gata Borralheira e em nenhum momento o nome Cinderela é mencionado. Além disso, não existe a aparição da fada madrinha: os desejos da heroína se realizam quando ela balança a árvore nascida perto do túmulo de sua mãe.

4. Em Branca de Neve, a invejosa é a mãe, não a madrasta

A tal da malvada que não suporta ser superada em beleza por Branca de Neve é a própria mãe da princesa. Pior: antes de fazê-la morder a maçã envenenada, a mulher tenta estrangular a Branca de Neve e até matá-la com uma pentada bem forte na cabeça.

Tem mais uma facada nos nossos corações sonhadores: a princesa não volta à vida depois do beijo do príncipe, mas quando um empregado lhe dá um tapa nas costas e o pedaço de maçã se desprende de sua garganta.

5. Tudo bem rir da desgraça alheia

No divertidíssimo conto A Viagem de Palha, Brasa e Feijão, a brasa tenta atravessar um rio "caminhando" sobre a palha. Adivinhem o que acontece? Um incêndio em que as duas morrem. Daí o feijão, assistindo a este drama de camarote, dá tanta risada que explode de rir! Pode ser politicamente incorreta, mas contei pro meu afilhado e ele achou muito divertida.

6. Quando Crianças Brincaram de Açogueiro 

Essa estória tem só um parágrafo mas é de uma crueldade imensa. Um garoto brincava de ser açogueiro e espeta a faca na garganta do leitão, ou seja, seu irmão. A mãe das crianças, que estava dando banho no bebê, escuta a confusão e, com raiva, dá uma facada no coração do filho que matara o irmão. Ao retornar, a mãe encontra o bebê afogado na banheira e se enforca. Precisa de algum comentário?

Curtiu? Cadastre-se no Shereland, adicione amigos e veja se alguém tem Contos Maravilhosos, Infantis e Domésticos para emprestar ;)

Ou clique aqui para visualizar a obra na Amazon.

Livros relacionados

Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos

Posts relacionados

Para que serve esse tal de Shereland?
A gente lê: Antologia da Literatura Fantástica
A gente lê: Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos, dos Irmãos Grimm
Transtornos psicológicos inspirados pela literatura

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!