A gente lê: Antologia da Literatura Fantástica

A gente lê: Antologia da Literatura Fantástica

                                         antologia_fantasticos.jpg

Perguntei a uma expert em literatura fantástica qual obra do Jorge Luis Borges ela indicaria para alguém que nunca lera o autor (no caso, eu). Minha amiga então indicou não um livro do mestre argentino, mas, sim, algo organizado por ele.

Juntamente com Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo, Borges compilou os contos que eles consideram os melhores do gênero. Daí nasceu Antologia da Literatura Fantástica em 1940, que 25 anos depois foi revisto até chegar à versão atual com 75 histórias. Claro, tem textos dos organizadores também (mas, decepção, o único que não morri de amores até agora foi justamente o de Borges).

O mais legal é que tem contos de mais de trinta páginas (como o estarrecedor Sombras Costuma Vestir, de José Bianco) misturados àqueles de três linhas, como o meu favorito (até agora) Sozinha Com Sua Alma, de Thomas Bailey Aldrich, que reproduzo abaixo só para estimular você a ler a antologia.

Sozinha Com Sua Alma
Thomas Bailey Aldrich
"Uma mulher está sentada sozinha em sua casa. Sabe que não há mais ninguém no mundo: todos os outros seres estão mortos. Batem à porta" 

antologia-fantasticos-2.jpg

Ano passado, a Cosac Naify, editora que na minha opinião faz os livros mais esteticamente bonitos do Brasil - lançou essa versão m-a-r-a-v-i-l-h-a que comprei. Não é de morrer? Sim, é capa dura, e tem até uma fita para marcar as páginas. Olhem a diagramação interna, que coisa.

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

2 comentários

Alexandre 12 de maio de 2015 às 16:55

Esse livro é meu xodó. Não sai da mochila nem da cabeceira (e por causa dele arrumei um Final de Jogo do Cortázar pra acompanhar na mochila). <br />Sobre os contos do Borges, se vc ainda nao se encantou com ele, leia "O Outro", "O Livro de Areia" ou "Jardim de veredas que se bifurcam". Esses certamente são os melhores exemplos do que ele escreve. Claro que tem coisa de qualidade equivalente nos contos menos conhecidos...mas esses citados são garantidos!

Gabriela 13 de maio de 2015 às 15:41

Como seu comentário nos deixou contentes, Alexandre! A gente adora sugestões. Certamente vamos ler os contos que você mencionou e, depois, contamos o que achamos. Precisamos ler mais literatura fantástica... Obrigada!