Frases de Tati Bernardi e Ricardo Araújo Pereira na Flip

Frases de Tati Bernardi e Ricardo Araújo Pereira na Flip

Em julho deste ano, a escritora Tati Bernardi e o humorista/escritor português Ricardo Araújo Pereira falaram sobre humor e riso em uma mesa da Flip. Ela estava lançando seu livro de crônicas Depois a Louca Sou Eu (resenhei aqui), ele não conseguiu terminar o seu A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar a tempo.

Apesar de, na época, ter visto muitas reportagens sobre o sucesso desse bate-papo mediado por Gregorio Duvivier, só agora parei para ouvir a íntegra da gravação. Não sou muito fã da Tati Bernardi, mas achei  Ricardo Araújo Pereira genial! Desde então, já achei milhares de outros vídeos dele e coloquei o livro que ele tem publicado no Brasil, Se Não Entenderes Eu Conto de Novo, Pá, na minha lista de desejos literários.

Vejam o que destaquei de mais interessante:

Frases de Tati Bernardi

"Eu descobri que eu era engraçada quando descobri que eu era feia na escola"

"Já ouvi muito ao longo da minha vida sexual ativa que não é sexy ser engraçada"

"Eu tenho um superego cruel que torce pra eu me ferrar e virar texto."

"Se eu puder rir de mim, eu já não estou mais dentro daquele estado horroroso."

Frases de Ricardo Araújo Pereira

"Eu não era o filho preferido dos meus pais. Acontece que eu sou filho único."

"O riso não é necessariamente alegria, não é?"

"Eu não conseguiria viver nem pensar direito se eu falasse uma dessas línguas bárbaras, como o inglês e o francês, em que eles não distinguem o ser do estar. Como é possível viver sem distinguir o ser e o estar? São povos inteiros que não entendem a diferença entre ser bêbado e estar bêbado."

"O riso é a maneira que a gente conseguiu encontrar de suportar o mundo."

"O homem é o único animal que ri. Eu acho que isso se deve ao fato de ser também o único animal que tem consciência da sua extinção, que sabe que vai morrer. Viver com essa informação não é fácil."

"Tudo tem graça desde que aconteça a outra pessoa."

"Eu sempre achei que o humor é uma espécie de loucura voluntária governada pela razão."

"Se estivermos muito envolvidos com a vida, o mundo vai dar cabo de nós."

"Os humoristas são o orégano da terra: a corrupção continua, a gente não consegue fazer nada, a gente só dá um saborzinho que torna mais fácil de engolir"
 

Livros relacionados

Depois a Louca Sou Eu

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!