Eles leem: Emicida

Eles leem: Emicida

emicida_livro.png

Emicida, talvez o cara responsável pela estouro do rap nacional nos últimos anos, declarou em seu blog  sua admiração pelo livro Muito Longe de Casa - Memórias de Um Menino-Soldado, de Ishmael Beah.

Na autobiografia, Ishmael relembra sua infância na paupérrima Serra Leoa, onde dois grupos se dividem em uma guerra-civil persistente. Tudo começa quando o autor perde casa e família em um ataque rebelde. Depois de perambular sem eira nem beira, o garoto acaba sendo aliciado pelo governo e passa a combater como menino-soldado - tudo isso com uns doze, treze anos.

"Recomendo por ver nele uma metáfora da vida de diversas pessoas, que embora não estejam em sua infância com uma metralhadora em punho, são expostas a situações que acabam se aproximando disto", escreveu Emicida.

O rapper assumiu ainda que baseou-se no livro para escrever a música Soldado Sem Bandeira, que você ouve a seguir:

Li Muito Longe de Casa em 2007. Juntamente com A Menina Que Roubava Livros (já falamos sobre ele aqui ), foi minha leitura escolhida para as férias de julho daquele ano.

Não lembro com tantos detalhes, mas, realmente, era de chocar: crianças sendo capturadas e passando por lavagem cerebral para aprender a matar e morrer por uma causa que nada tem a ver com elas. É aquele tipo de livro que dá para ler em um fim de semana.

Como tem que ser, meu exemplar rodou a família toda e deve ter sido emprestado a umas três ou quatro pessoas. Hoje em dia, está bem conservadinho na minha estante :) 

Livros relacionados

O Brilho do Amanhã

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!