Estudo do perfil dos personagens de livros brasileiros (surpreendente, não?)

Estudo do perfil dos personagens de livros brasileiros (surpreendente, não?)

Quantos negros temos na literatura brasileira? E quantos deles são pobres? E quantos são bandidos?
Bom, não dá pra responder tudo, mas podemos ter uma ideia que não temos tantos negros assim (em 56,6% das histórias não temos um personagem não branco), temos muitos negros pobres (73,5% dos personagens negros são pobres) e uma quantidade considerável de negros são bandidos (20,4%).

Não sei você, mas eu fiquei surpreso com essa estatística. Sabemos isso através do site pontoeletronico.me, que se baseou em pesquisas de Regina Dalcastagnè.

Quer saber mais? Estamos colocando o infográfico completo logo abaixo.

infografico-perfil-literatura-contemporanea.jpg

Infográfico de pontoeletronico.me.

Posts relacionados

10 mulheres de destaque na literatura
Pesquisa mostra porcentagem de leitores no Brasil e os gêneros literários mais populares

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

1 comentário

Gabriela 3 de julho de 2014 às 02:21

Pois é, me toquei dessa homogeinização do perfil dos personagens brasileiros quando fiz o post dos casais mais legais da literatura (http://bit.ly/1iwD1DH). Tentei procurar duplas diversificadas, mas penei. Os únicos casais gays que me vieram à cabeça, por exemplo, foram escritos por autores homossexuais. No caso de personagens negros tudo fica ainda mais curioso. Um dos nossos maiores escritores, Machado de Assis, era mulato, mas acredito que não há um protagonista não branco em seus romances. <br />E aí comecei a estender essa análise e percebi que não me lembro de um protagonista negro em algum romance de peso contemporâneo que não seja dos africanos Mia Couto e companhia. E livros adolescentes então? Se não me engano, em Harry Potter só tem um negro entre os estudantes que é tão coadjuvante que não consigo me lembrar o nome.