A gente lê: Passarinha

A gente lê: Passarinha

passarinha.jpgMinha querida amiga Cláu (do vlog Tô Lendo ) disse o tempo todo que eu iria adorar Passarinha, de Kathryn Erskine e, de fato, não consegui largar o livro.

Um dos motivos é que eu adoro estórias narradas por crianças e, no caso, esta tem uma das protagonistas mais fofas que se tem notícia. Caitlin tem apenas dez anos e, portadora da síndrome de Asperger (uma forma branda de autismo, clique aqui para consultar a Wikipedia), vê o mundo de uma maneira toda especial. 

Caitlin sempre foi protegida pelo irmão, mas o livro começa pouco tempo depois do garoto ter sido inocentemente assassinado em um massacre na escola. Durante a obra então vamos acompanhar a forma como a menininha lida não só com sua perda, mas com uma comunidade traumatizada.

Claramente, o intuito da autora é provocar uma reflexão sobre empatia, ou seja, a habilidade de se colocar no lugar do outro.

Além de ter sido uma leitura simples, agradável e de aquecer o coração (valeu, Clauzi!), a obra me trouxe algo ainda maior. O título Passarinha remete ao grande clássico americano To Kill A Mockingbird (traduzido inexplicavelmente para O Sol É Para Todos no Brasil), livro que eu tinha há cinco anos parado no alto da minha estante, e que acabei finalmente lendo na sequência. Mas isso já é assunto para outro post.

Peguei Passarinha emprestado. Será que algum amigo seu tem a obra para te emprestar? Cadastre-se no Shereland para checar.

Livros relacionados

Passarinha
O Sol É Para Todos

Posts relacionados

A gente lê: O Sol É Para Todos

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!