Opa: e-book da biografia de Frida Kahlo por R$ 9,41 na Amazon

Opa: e-book da biografia de Frida Kahlo por R$ 9,41 na Amazon

frida.png

Acabo de levar um susto enquanto fuçava o site da Amazon.com.br. O preço do e-book Frida - A Biografia, de Hayden Herrera, caiu de R$ 45,40 para R$ 9,41 (olha lá).

Tenho (e venero) esta que é considerada a biografia 'definitiva' da pintora mexicana. Só que o meu espanto todo se deu porque eu devo ter pagado algo em torno de R$ 60 no livro físico :/ 

Claro que, há alguns desapegos que você tem que praticar para optar pelo e-book baratinho: 

  • A versão em papel é linda e com capa dura (mas pesadíssima para quem costuma carregar livros na bolsa);
  • frida_.jpg
  • A obra tem três encartes (dois deles coloridos) em papel tipo revista de reproduções dos  quadros de Frida e fotos (vejam ao lado a imagem que fiz do meu livro). Já no Kindle, imagino que você não vai achar tanta graça assim de ficar vendo figuras pequenas e em preto e branco;
  • Ainda não dá para emprestar e-books pela Amazon.com.br

Bom, seja e-book ou livro, Frida - a biografia é maravilhosa e cheia de detalhes. Garanto que você não precisa manjar de arte para curtir a obra, já que a artista teve uma vida digna de novela mexicana.

Veja algumas curiosidades que descobri com a leitura:

frida-kahlo.jpg

- Aos 15 anos, Frida sofreu um acidente terrível: o ônibus em que ela estava bateu em um bonde. Com isso, uma barra de ferro acabou atravessando a moça, entrando pelo quadril esquerdo e saindo pela vagina. As consequências duraram a vida toda da artista, que passou por mais de trinta cirurgias, principalmente na coluna e no pé;

- A pintora foi casada com o muralista Diego Rivera, que já era famoso (e 23 anos mais velho) quando a conheceu. A coitada penou, porque o cara era muito mulherengo. Sempre que estava  sofrendo de amor, Frida cortava os cabelos, pois era a parte que o marido mais admirava nela;

- Mas ela também não era santa e manteve vários casos extraconjugais. Entre seus amantes estavam o revolucionário russo Leon Trotsky e algumas mulheres;

- Os pintores surrealistas bem que tentaram incluir Frida na turma, mas ela não só negava o título como espalhava horrores sobre os gringos. A mexicana até passou uma temporada na França vivendo na casa de André Breton, mas saiu xingando os tops do movimento europeu de "gente fedorenta", "canalha" e que "envenenava o ar com suas teorias";

- O fim da vida de Frida, aos 47 anos, foi muito triste. Ela teve a perna amputada após sucessivas infecções, quase não conseguia sair da cama e, se não estivesse dopada, tinha crises histéricas. A causa da morte foi embolia pulmonar devido a uma pneumonia, mas nunca se descartou a hipótese de suicídio por overdose de remédios.

Posts relacionados: 
Qual biografia você começou, mas não chegou ao final do livro? 

Cinco dicas para economizar na hora de comprar livros

*atualizado às 11h56

Livros relacionados

Frida - A Biografia
Quando Marina Abramóvic Morrer: Uma Biografia

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!