Depois de Vida, o Rolling Stone Keith Richards prepara livro infantil

Depois de Vida, o Rolling Stone Keith Richards prepara livro infantil

gusandme.jpg

Keith Richards, o mítico guitarrista do Rolling Stones (e também pai de Jack Sparrow), tomou gosto pela escrita. Aos 71 anos, o cara prepara um livro infantil. O músico prometeu para o dia nove de setembro o lançamento de Gus & Me: The Story of My Granddad and My First Guitar (algo como 'Gus & Me: A Estória do Meu Avô e de Minha Primeira Guitarra).

Bom, o título já diz tudo não é? Trata-se de uma homenagem ao avô, a quem o músico responsabiliza pelo seu primeiro contato com a música.

“Aquele laço especial entre crianças e avôs é único e deveria ser valorizado", justificou Keith, mostrando toda a fofura existente por trás daquela carinha de mau.

vida.jpg


Keith já tem uma experiência mega-sucedida no mundo da literatura. Em 2010, ele lançou a biografia Vida, que vendeu mais de um milhão de cópias em um período de um ano.

Eu li e digo: é um livro eletrizante. Com um ritmo louco à la Kerouac, o guitarrista conta não só sua curiosíssima trajetória, como babados fortes dos bastidores do Rolling Stones. (Dizem que Mick Jagger ficou furioso com a biografia!)

Por isso, empolguei e peguei o exemplar de Vida da minha estante para dar uma relembrada. Conto a vocês três curiosidade hilárias descritas pelo livro:

> Com uma certa invejinha do gingado de David Bowie, Mick Jagger fez aulas de dança;

> Sabe aquele boato de que Keith teria cheirado com cocaína as cinzas de seu finado pai? Pois ele enrola e enrola, mas não diz se é verdade ou mentira. O que o músico diz é que precisou escrever uma versão para a imprensa. Nela, relatou que misturou as cinzas junto a sementes de árvore para serem plantadas. Mas, na hora de esvaziar a caixinha que continha os restos mortais, um pouco do pó se espalhou pela mesa. Keith então preferiu aspirá-lo pelo nariz a pegar um espanador para 'limpar' o próprio pai;

> O guitarrista também explica por que estava tão carrancudo no show feito em Copacabana em 2006 - o maior show da história do Rolling Stones até então. Segundo ele, o vento estava espalhando o som por toda praia e, consequentemente, o público não estava conseguindo escutar nada direito.

Livros relacionados

Vida

Siga o Shereland

Comentários

Deixe um comentário

http://

Nenhum comentário. Seja o primeiro!